Investigadores em recursos marinhos desenvolvem pão de algas

Por Revista Invest | 22 de abril, 2015
  • Negócios
    O pão poderá ser provado a partir de sábado em Peniche e Caldas da Rainha.
O Grupo de Investigação em Recursos Marinhos (GIRM), unidade de investigação do Instituto Politécnico de Leiria, vai apresentar o pão de algas na próxima sexta-feira, em Peniche.

Este novo produto foi desenvolvido pelo GIRM em colaboração com as empresas Calé e Algaplus, assume-se como uma alternativa mais saudável ao pão tradicional, por não ter adição e sal, de acordo com um comunicado divulgado recentemente.

 

As algas marinhas conferem naturalmente ao pão um teor de sal e um ótimo sabor, que torna desnecessária a adição de sal, sendo por isso um produto nutricionalmente mais saudável, adianta a mesma fonte.

 

Mas nada melhor do que o provar. O pão de algas será apresentado na próxima sexta-feira e estará à venda em Peniche e Caldas da Rainha nas padarias e pastelarias do grupo Calé a partir de sábado.

 

Este projeto envolve a produção sustentável de algas pela empresa Algaplus, que são utilizadas na fabricação do pão. “O pão de algas tem uma elevada capacidade antioxidante associada à adição das algas, e, por não ter sal, será certamente um aliado em regimes restritivos deste condimento/mineral”, explica Susana Mendes, coordenadora do projeto.

 

“O pão de algas surgiu da vontade de descobrir novas utilizações para as algas marinhas, e de potenciar com sucesso a capacidade das algas para o setor alimentar”, continua a responsável. Recentemente o pão de algas conquistou o 3.º lugar no I Concurso InovCluster de Produtos Alimentares Inovadores.

GIRM, IPL, pão, algas,

Partilhar

Destaque

Empresas familiares – por Manuel Liberal Jerónimo